Maçã do Amor

Festas Juninas chegando e já está na hora de ir se organizando e planejando a sua festa. E um dos doces que não pode faltar são as maçãs do amor. São encantadoramente lindas e saborosas. Porém não só para festas juninas , elas são perfeitas para montar e decorar mesas de festas e aniversário. Neste post preparei na cor tradicional (vermelho) , mas podem ser feitas em várias outras cores e seguir de acordo com o cenário que for montar. Para prepará-las você vai precisar de pouquíssimos ingredientes. É uma receita muito econômica e perfeita para quem faz para vender, com lucro garantido. Pode apostar!!! O segredo está no ponto da calda, mas para isso não se preocupe, é só seguir todas as minhas dicas e não tem erro.

Confira o vídeo e a receita completa:

Ingredientes

  • 10 maçãs
  • 10 palitos de sorvete
  • Papel celofane
  • fita de cetim (para decorar)

Para a calda

  • 500g de açúcar
  • 250ml de água
  • 1 colher (sopa) de vinagre branco (maçã ou álcool)
  • 1 colher sopa de corante em pó cor vermelho

 

Lave e seque bem as maçãs. Espete um palito de picolé ou de churrasco em cada maçã no lado do cabinho e reserve.

Para a calda coloque em uma panela de fundo grosso o açúcar a água o vinagre branco e o corante em pó, misture bem e leve ao fogo baixo e não mexa mais. Depois de aproximadamente 15 a 20 minutos comece a testar o ponto da calda, ela tem que chegar ao ponto de bala dura. Retire do fogo,  banhe as maçãs e deixe secar em um tapete de silicone ou em uma superfície lisa untada com manteiga. Depois embale em papel celofane e decore como quiser.

Rendimento 10 Maçãs do Amor

Dika da Naka

  • Para verificar o ponto da calda (ponto de vidro ou bala dura), existem várias maneiras de testar:
  1. Com um termômetro culinário verifique a temperatura até chegar a 145°C. Retire do fogo e banhe as maçãs.
  2. Outra dica é pegar uma gotinha da calda e colocar em uma superfície  lisa , retire a bolinha desta superfície e jogue, se  fizer um som de pedra está no ponto de retirar a calda do fogo.
  3. Outra sugestão é despejar uma gota da calda  em um copo com água em temperatura ambiente se formar uma bolinha e ao jogar no copo vazio e fizer um barulhinho de vidro (pedra) é sinal que chegou no ponto de retirar a calda do fogo e banhar as maçãs.
  • Não banhe as maçãs logo em seguida que retirar do fogo, deixe abaixar um pouco a temperatura da calda, (questão de alguns segundos é o suficiente) isso é importante para que não forme bolhas de ar na casquinha que a envolve.
  • Para banhar as maçãs na calda tem que  ser muito rápido pois a calda endurece rapidamente.
  • Validade de 3 dias armazenadas em geladeira e embalada em papel celofane.
  • Esta casquinha que envolve as maçãs é muito delicada não aguenta alta temperatura. A sugestão é armazenar na geladeira e retirar 30 minutos antes de servir.  Desse modo as maçãs podem manter na mesma textura de 5 a 8 horas em temperatura ambiente.
  • Se quiser pode usar o cremor de tártaro é um pó branco  sem sabor e sem odor, é utilizado como controlador da cristalização do açúcar, ou melhor dizendo, mantém a superfície da maçã mais seco (sem melar). É possível encontrar facilmente em lojas especializadas em confeitaria. Para esta receita pode usar 1 colher de (café).
  • Para o corante prefiro usar o corante em pó pois, além de dar uma cor mais viva  não tem erro de interferir no ponto da calda. O corante líquido não chega nesta cor vibrante.

 

Salvar